Governo de Minas reabre SEED em BH

Governo de Minas reabre SEED em BH

Matéria do Diário do Comércio. Clique aqui e confira.

“Com investimentos de R$ 5 milhões, programa estadual de aceleração do setor deve aquecer mercado

Belo Horizonte recebeu, nesta terça-feira, os 117 empreendedores das 40 startups selecionadas para a terceira rodada do programa estadual de aceleração do setor, Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (Seed). Durante a reabertura do programa, que contou com a presença Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Miguel Corrêa, também foi inaugurada a nova sede do Seed, no Espaço Cento e Quatro, no centro da Capital. Ao todo, o governo está investindo R$ 5 milhões no programa, entre capital semente e estrutura.

Os empreendedores foram recebidos com uma verdadeira festa com direito a desfile em tapete vermelho, chuva de papel picado e muitas palavras de incentivo. O secretário disse aos empreendedores que eles escolheram o lugar certo para lançar bases de suas empresas, citando uma série de projetos de inovação do governo em parceria com outras entidades de fomento. Ele afirmou que o governo de Minas Gerais vê na inovação a saída para diversificação da economia no Estado. “A nossa aposta é em vocês empreendedores, que têm capacidade de transformar nossa economia, e nesse poderoso ecossistema de startups que está inserido em um mercado inovador”, afirmou.

O subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Minas Gerais, Leonardo Dias, destacou a importância de dar continuidade ao Seed, que é um programa com repercussão internacional. Segundo ele, o governo incluiu a comunidade San Pedro Valley na construção dessa terceira fase do projeto, entendendo que a iniciativa do governo precisa estar totalmente conectada ao ecossistema local de inovação. “O Seed é um programa vencedor e vamos fazê-lo ainda melhor, mostrando que Minas Gerais é o lugar certo para inovar”, disse.

A terceira rodada do Seed vai acelerar projetos inovadores de 40 startups, sendo que 20 são mineiras, dez vieram de outros estados e outras dez são estrangeiras. Cada projeto vai receber até R$ 80 mil de capital semente e passará por uma aceleração de seis meses. As empresas terão à sua disposição um coworking, localizado no Espaço Cento e Quatro.

Apesar de ser menos luxuosa que a sede antiga, que ficava na região Centro-Sul de BH, a nova sede conserva o mesmo conceito de criatividade na decoração, com espaços para trabalho, reunião, convivência e um espaço com cozinha e jogos. “Esse estilo de decoração é uma tendência mundial, então não tem como fugir disso. Esse prédio é um lugar é fantástico para sediar o Seed, pois tem um apelo histórico por ter sido sede da segunda fábrica de Belo Horizonte e hoje se transformou em um espaço de inovação”, afirma o subsecretário.

Leia também
Oportunidade atrai público do interior

Even3 – A Even3 é uma das startups selecionadas para o Seed e que está se mudando temporariamente para Capital. Os empreendedores Cláusio Barbosa, Leandro Reinaux e Renato Cruz são de Recife, em Pernambuco, estado que também tem um ecossistema forte de startups. Mas, ainda assim, os sócios entenderam que a aceleração oferecida em Minas Gerais seria um importante degrau. “Entendemos que essa era uma oportunidade bem interessante, que nos dará a chance de interagir com outras startups, aprender com elas e também de passar nossa experiência Além disso, o mercado da Even3 é principalmente Sul e Sudeste, então é estratégico estar em Minas Gerais”, explica Barbosa.

A startup desenvolveu uma plataforma on-line para gerenciamento de eventos técnicos e científicos, oferecendo ferramentas que facilitam todas as etapas de organização. De acordo com Barbosa, a plataforma faz desde venda das inscrições até seleção de trabalhos científicos e emissão de certificados. “A plataforma facilita o trabalho do organizador porque ele passa a usar uma única ferramenta, então não precisa de planilha ou e-mail”, explica.

A empresa tem um ano e meio e já contabiliza 100 mil usuários e 300 eventos realizados. De acordo com o sócio, a expectativa para 2016 é de atingir R$ 200 mil em faturamento, o que representa um crescimento de dez vezes em relação a 2015.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>