Startups do SEED se unem em grupos focais para solucionar problemas em comum

Startups do SEED se unem em grupos focais para solucionar problemas em comum

Proposta se encaixa no modelo de coworking, proposto pelo programa, no qual espaço, recursos e experiências são compartilhados.

Renato Carvalho/SIMI

As startups aceleradas na terceira edição do Seed desenvolveram uma iniciativa que vai além das atividades obrigatórias propostas pelo programa. Mesmo estando em estágios distintos, as empresas que partilham algum modelo de negócio, por mais que tenham objetivos distintos, uniram-se em grupos de discussões com a proposta de compartilhar e resolver seus problemas.

Os grupos focais se reúnem semanalmente, e normalmente, trazem empreendedores convidados para compartilhar suas experiências e inspirar os seeders.  Um desses grupos é destinado às startups que atuam no mercado de Software as a Service (SaaS) b2b, ou seja, soluções em softwares produzidas para outras empresas.

Jpeg

Otávio Braga, da Inngage, idealizador do grupo, conta que a cada semana uma startup é responsável por organizar o encontro. “São seis startups participantes que se ajudam dentro do tema. A ideia é trazer mentores para ajudar compartilhando experiências”, explicou. Segundo ele, o diferente estágio das startups que integram o grupo torna a reunião mais produtiva, já que há uma grande troca de experiências e visões.

Outro grupo focal que acontece no Seed é o de Market Place, organizado por Wilson Campanholi Jr, da Cotexo. Segundo ele, o princípio do grupo é fazer uma mentoria pareada, na qual uma startup apresenta alguma discussão enquanto os outros empreendedores participam como se fizessem parte do conselho da empresa, ajudando a decidir quais ações deveriam ser tomadas. “As metas vão evoluindo semanalmente. Trocar experiências de aquisição de usuários, as dores de cada startup, as estratégias para manter o equilíbrio dos múltiplos lados, são algumas das discussões”, contou Wilson.

Inngage

A Inngage é uma ferramenta de comunicação por meio de push notifications para usuários de aplicativos. “Vamos imaginar que uma empresa precisa fazer uma comunicação diretamente com os usuários de seus aplicativos. Ela tem uma dificuldade grande de encontrar o público certo, segmentado. Então a nossa plataforma traz dados analíticos dos usuários, de forma que a empresa consiga fazer uma abordagem melhor dessas pessoas”, explicou Braga.

Cotexo

A Cotexo é uma plataforma online que facilita e formaliza o processo de compra e venda de autopeças. A startup possui uma rede de fornecedores para carros nacionais e importados, com distribuição de peças originais e genéricas. Ela consegue atender desde pequenas a grandes oficinas, pois possui um processo simples e prático.

Renato Carvalho/SIMI

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>