Governo de Minas apresenta novo formato do Seed

Governo de Minas apresenta novo formato do Seed

Vai ter Seed em 2020 e ele está de cara nova. O anúncio foi feito pelo subsecretário de Promoção de Investimentos e Cadeias Produtivas da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede), Juliano Alves, durante o Seed Experience. O evento aconteceu nessa terça-feira (29/10), no Itatiaia Rádio Bar, e contou com a participação de líderes do ecossistema mineiro de startups, empresários, representantes de aceleradoras, instituições de ciência e tecnologia, dentre outros.

Os primeiros meses de 2019 foram para colocar a casa no lugar, entender o cenário do ecossistema de startups no estado e as necessidades do mercado. A proposta é oferecer a melhor experiência e agregar valor aos participantes do Seed 2020, com menor valor para o Estado. Para isto, o Seed passou por reformulação. “Será um programa melhor com menor custo. Vamos fazer com que os participantes tenham a melhor experiência possível”, afirma o coordenador do Seed, Francisco Mello.

A 6ª edição do programa vai iniciar com 50 startups. Na metade do programa, quando completar três meses, haverá 50% de corte. Para o coordenador do Seed, a redução de 25 startups deixa o programa mais competitivo. “Será implantada a meritocracia. Os participantes que realmente suarem a camisa serão valorizados”, explica Francisco.

Também teve reestruturação no local de aceleração. As startups serão separadas por áreas afins e aceleradas em espaços distintos e já existentes. Os espaços parceiros receberão pelo menos quatro startups, um agente de aceleração, além de acolher eventos do Seed. As startups serão divididas por verticais, sendo elas: varejo, indústria, educação saúde/ciência da vida, finanças energia, negócio de impacto social e agropecuária.

“Dividir as startups por áreas e encaixá-las em espaços que têm sinergia com a área delas tornam a aceleração do Seed mais produtiva. Lá, elas terão conexões com empresas específicas que, num espaço do Seed, não teriam. Além do mais, segmentar as startups faz o governo ter uma economia de R$ 1 milhão – valor gasto somente com a locação do espaço”, afirma Geovana Santos, superintendente de Inovação Tecnológica da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Pesquisa da Sede aponta cenário e necessidades do ecossistema mineiro

Um dos pilares que fortaleceram as mudanças do Seed é a pesquisa da Sede, Retrato do Ecossistema Mineiro de Inovação e Empreendedorismo, elaborado em parceria com a empresa TroposLab. O estudo serviu para identificar a maturidade e as necessidades do ecossistema de empreendedorismo e inovação em Minas Gerais. Desta forma, o Governo de Minas poderá direcionar ações de desenvolvimento coordenadas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), tais como Seed, Hub Minas e Startup Universitário.

A pesquisa aponta que, por mais que o número de programas para startups e espaços de inovação tenha crescido ano a ano em Minas Gerais, empreendedores ainda têm dificuldades em todas as fases e atividades críticas que vão desde a coragem e apoio para começar um negócio a se apresentarem a investidores anjo e fundos de investimento, por exemplo. Porém, cerca de 73% das startups, em todas as fases, reconheceram que o ecossistema mineiro tem casos de sucesso e inspiração e aproximadamente 67% acreditam que empreendedores transmitem seus aprendizados e experiências.  Para os participantes, é possível criar novos negócios de sucesso em Minas Gerais.

O retrato do ecossistema mineiro de inovação e empreendedorismo foi elaborado com base na resposta de 460 pessoas. Dessas, cerca de 50% foram de startups e empreendedores. Os demais são de representantes de incubadoras/parques tecnológicos, governo, empresas tradicionais, prestadores de serviços, centros de pesquisas, universidades públicas e privadas, aceleradoras, dentre outros, instalados em 10 das 12 regiões do estado.

Para saber mais sobre o estudo, clique aqui.

Seed lança Playbook

Por acreditar que, juntos, vamos mais longe e somos mais fortes, o Seed lançou, durante o Seed Experience, o Playbook. O documento é um guia de como todas as equipes participantes do programa aceleraram startups e como construíram uma comunidade de empreendedores prontos para mudar o mundo. Portanto, use e abuse deste material! Teste suas hipóteses e coloque em prática as ferramentas compartilhadas, clicando aqui. O guia completo pode ser baixado clicando aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>