SEED Experience conta (quase) tudo sobre como tirar uma ideia do papel

SEED Experience conta (quase) tudo sobre como tirar uma ideia do papel

O SEED Experience mais uma vez abriu as portas de um dos maiores programas públicos de aceleração de startups da América Latina para contar alguns segredos de empreendedorismo para os mineiros. A 2ª edição do evento, que aconteceu na noite desta sexta-feira (29) no Café 104, contou (quase) tudo que uma pessoa precisa saber para tirar uma ideia do papel e não teve oportunidade.

A noite foi de muitas perguntas. Aliás, perguntas e respostas. A intenção foi dar voz a questionamentos de quem quer ser empreendedor, seja daqueles que têm uma ideia que nem está no papel, seja de quem já está com um negócio. Comandada pelo empreendedor e agente de aceleração Artur Jeber, a palestra, pautada por questionamentos, levou os participantes a reflexões. Em seguida, um bate papo com os empreendedores acelerados pelo SEED, Roberto Mendes e Filipe Farias, CEOs das startups Horta Mágica e Gamelyst, respectivamente.

Ninguém melhor que quem vive a prática para esclarecer as dúvidas. Os três empreendedores, além de contar suas experiências, trocaram ideias e deram sugestões sobre os temas levantados. Qual o momento para pivotar? Como ser crítico diante do seu projeto que você acha ser o melhor mundo?

Os CEOs Filipe Farias (Gamelyst), Roberto Mendes (Horta Mágica), a participante Luiza Rodrigues e o agente de aceleração do SEED, Artur Jeber conversam com o público

A relações públicas, Luiza Rodrigues, que atualmente comanda a comunicação de uma startup, além de gostar dos eventos do SEED, que, segundo ela, fomenta uma cultura empreendedora que todos deveriam seguir, veio para absorver todas as dicas repassadas. “Hoje, com o atual posto que tenho, é importante participar destes eventos. Já estive em outros encontros, mas hoje venho com um novo olhar. Esta ideia de debate é ótima, uma vez que a minha dúvida pode ser a mesma que de outro participante. É uma troca de informação mesmo, importantíssimo para quem quer abrir uma empresa ou uma startup, além de fomentar este interesse em ter algo próprio”.

Ficou interessado no que acontece no SEED Experience? Fique ligado em nossas redes, onde informaremos os outros próximos cinco encontros.

SEED, Rede Mineira de Tecnologia Assistiva e Prefeitura de BH promovem debate para inclusão da pessoa com deficiência

SEED, Rede Mineira de Tecnologia Assistiva e Prefeitura de BH promovem debate para inclusão da pessoa com deficiência

Cerca de 30% da população de Belo Horizonte possui alguma deficiência, segundo levantamento do IBGE (2010). Em Minas Gerais, este público chega a 4.727 milhões. Apesar de ser um número expressivo, essa parcela enfrenta, diariamente, inúmeros obstáculos para viver dignamente. Mas o que acontece no nosso meio para facilitar a vida dessas pessoas? Diante deste questionamento, a Rede Mineira de Tecnologia Assistiva, em parceria com o SEED e a Prefeitura de Belo Horizonte, promove, nesta terça-feira (26), o Encontro Mineiro de Tecnologia Assistiva na capital mineira.

A iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado de Minas Gerais busca disseminar o conhecimento de tecnologia assistiva e a inclusão de pessoas com deficiência. De acordo com a coordenadora da Rede Mineira de Tecnologia Assistiva, Kátia Ferraz, este tipo de encontro é um meio de unir esforços para ações concretas e objetivas para diminuir a aflição desta sociedade.

“A Rede Mineira de Tecnologia Assistiva trabalha na realização de encontros e fóruns de inovação em Tecnologia Assistiva, assim como estimula a disseminação do conhecimento, apoiando o surgimento de startups aceleradas pelo nosso mais importante parceiro, que é o SEED”, explica Kátia, garantindo a importância de espaços para provocar o debate sobre o tema.

Kátia Ferraz, coordenadora da Rede Mineira de Tecnologia Assistiva

Uma das startups citadas foi a Geraes Tecnologia Assistiva, que busca resolver problema das pessoas com deficiência física e motora que não conseguem usar o computador, possuem dificuldade para se comunicarem ou serem incluídas na escola.

Assim como a Geraes Tecnologia Assistiva, que luta pela inclusão, o Encontro Mineiro de Tecnologia Assistiva busca potencializar os investimentos que tragam impacto social, promovam o desenvolvimento do Estado e a inclusão social das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Para que as pessoas utilizem recursos de tecnologia assistiva e se tornem cidadãos com capacidade contributiva, o evento discutiu sobre como promover a independência, qualidade de vida e inclusão social; como favorecer a comunicação, mobilidade e acesso de todos; para proporcionar maior controle de seu ambiente e potencializar habilidade de aprendizado e trabalho dessas pessoas.

Pelo segundo ano consecutivo, empreendedores do SEED se destacam no Startup Games

Pelo segundo ano consecutivo, empreendedores do SEED se destacam no Startup Games

Após passar por cidades como Londres, Santiago, Sydney, Singapura e Buenos Aires, foi a vez de Belo Horizonte sediar o Startup Games nos dias 16 e 17 de setembro. Pela primeira vez na capital mineira, a parceria entre o Consulado Britânico e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (Sedectes) levou 149 investidores nacionais e estrangeiros, 6 super Angels e 73 startups de diversas regiões do Brasil e do mundo – Índia, Peru, Alemanha, Chile, Bolívia, Quênia, México, Holanda e Portugal –  para competir na Praça da Liberdade.

Na disputa, as startups recebem 100 ações virtuais e, cada investidor 1 milhão de libras virtuais. A meta de cada startup é vender o menor número de ações, de forma a aumentar o valor da empresa; já o objetivo dos investidores é comprar ações de baixo valor, mas com futuro promissor. A competição é monitorada por meio de um aplicativo exclusivamente desenvolvido pela empresa mineira IOasys, que possibilita que tanto investidores quanto empreendedores acompanhem a valuation – estimativa de quanto um empreendimento vale, determinando seu preço e o retorno de um investimento em suas ações.

Ao todo, mais de 700 milhões de pounds virtuais foram negociados, em 1.400 ofertas durante todo o jogo. A disputa foi bastante acirrada e o resultado definido nos últimos segundos da competição. No domingo, startups que nem estavam no ranking das 10 melhores conseguiram alcançar resultados impressionantes, entre elas a campeã: a Biomimetic Solutions, composta por cinco jovens empreendedoras. A spin-off acadêmica do Cefet-MG, que alcançou a valuation de 869 milhões de libras, é responsável por produzir matrizes tridimensionais para o crescimento de órgãos e tecidos em laboratórios.

Melhor Plano, startup acelerada pela 4ª rodada do SEED, conquistou o segundo lugar na competição. A solução utiliza um banco de dados para comparar as melhores ofertas disponíveis para planos de celular, internet banda larga, TV por assinatura e telefone fixo na região do contratante.

Pedro Israel e Felipe Byrro (Melhor Plano), recebendo o prêmio do criador do Startup Games, Andrew Humphries, do embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan, e do subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Minas Gerais, Leonardo Dias

A medalha de bronze ficou com a MagCare, que propõe um tratamento alternativo para feridas de difícil cicatrização, reduzindo o tempo e o custo do tratamento, acabando com a infecção e o odor em 24 horas.

Dentre os investidores que mais se destacaram na competição, os quatro primeiros foram empreendedores do SEED. Paola Cicarelli da Cuboz, Natan Rebelo da Gamelyst, Nicólas Serrano da DataScope e João Gustavo Claudino da LOAD CONTROL, sucessivamente, foram os melhores investidores desta edição.

Beno Netto e Paola Cicarelli (Cuboz), que ganhou como a melhor investidora do Startup Games Belo Horizonte

 

Pelo segundo ano consecutivo, os mineiros dominaram o evento. Em 2016, a maior delegação era mineira, assim como as quatro primeiras colocadas da disputa: BeerOrCoffeeVirturianLett Pris, respectivamente, todas integrantes da terceira rodada do SEED.

O embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan, declarou que o estado de Minas Gerais segue sendo um importante parceiro do Reino Unido no âmbito da inovação e da tecnologia. “Experimentei o jogo participando como um potencial investidor e fiquei admirado como todos levaram a competição a sério, sinal de que estão muito bem preparados para fazer negócios. Parabéns aos participantes e aos vencedores desta edição, a maior realizada até o momento”.

SEED recebe palestra gratuita para empreendedores digitais

SEED recebe palestra gratuita para empreendedores digitais

Quer conhecer uma história inspiradora? Reserve na sua agenda essa terça-feira, 19 de setembro. O mineiro de Governador Valadares, Shirleyson Kaiser, vai ministrar a palestra “Estratégias de Vendas no Mercado de Produtos Digitais”, no SEED, em Belo Horizonte. Shirleyson vai compartilhar sua experiência ao construir uma história de sucesso no mercado de e-commerce. O empresário, que faturou seu primeiro milhão aos 17 anos, perdeu tudo, recomeçou do zero três vezes até criar a Kapsula – empresa do mercado de nutracêuticos, deve faturar mais de R$ 50 milhões este ano.

Shirleyson sempre viveu trabalhando por meio da internet, atuando em negócios online nos segmentos de e-commerce, CPA Mobile, Compras coletivas, Programas de Afiliados e outros. Em 2016 criou a Kapsula, uma empresa que cuida de todos os processos para que empreendedores digitais possam trabalhar com produtos físicos sem a necessidade de investir milhares de reais em infraestrutura, ou fazer um investimento gigantesco em pedidos iniciais. Hoje a Kapsula tem mais de 50 clientes diretos que somam mais de 1 milhão de consumidores finais que compram e recompram seus produtos.

O evento é uma parceria entre o SEED e o IEC PUC Minas. “Mais do que abordar assuntos teóricos em sala de aula, apresentando as melhores estratégias e ferramentas do mundo digital, é necessário ir além dos muros da instituição e conhecer histórias de pessoas que nos inspiram e nos deixam muito felizes em compartilhar. Que é o caso do nosso palestrante convidado”, conta Alysson Lisboa, organizador do evento e professor da pós-graduação de Marketing Estratégico – Varejo Digital: E-commerce, M-business e In-store Experience do IEC PUC Minas. A palestra é gratuita e aberta ao público.

SERVIÇO

Palestra “Estratégias de Vendas no Mercado de Produtos Digitais”
Dia: 19 de setembro
Hora: 19h
Local: SEED – Espaço 104 (Praça Rui Barbosa, 104 – Centro / Belo Horizonte/MG)

Primeiro Startup Games em BH começa com muitas conexões entre empreendedores e investidores

Primeiro Startup Games em BH começa com muitas conexões entre empreendedores e investidores

Um dia de conhecimento, jogos, pitches e conexões com investidores nacionais e estrangeiros que estão de olho em boas ideias e startups inovadoras. Essa é a atmosfera do Startup Games – competição internacional realizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (SEDECTES) e o Consulado Britânico, neste final de semana, no Inova Minas Fapemig, na Praça da Liberdade.

Inédito em Belo Horizonte, o evento é uma vitrine mundial para os negócios. Neste ano, 73 startups de todo o Brasil participam da competição; destas, 35 são do SEED – Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development, uma das maiores aceleradoras de startups da América Latina. Os participantes jogam por meio de um aplicativo que possibilita apresentarem seus negócios para possíveis investidores. Gostando do pitch, o investidor aplica um valor virtual na conta da startup. No final, ganha quem tiver maior investimento.

Momento de pitch

Para Andrew Humphries, criador do Startup Games, o evento é uma oportunidade para empreendedores pensarem de forma global, conectarem com investidores e conhecerem outros ecossistemas. “Vocês precisam acreditar nos seus sonhos e este evento oferece a chance de perceber que investidores também acreditam em suas startups”, afirma.

O contato com investidores foi um dos pontos mais importantes do game, segundo Bruna Kassab – CEO da Evoé, startup que fechou o dia na terceira colocação. “Fizemos muitas conexões, networking real com investidores, além de treinar pitch em inglês”, conta Bruna, garantindo ter se divertido durante todo o dia com o jogo.

Empreendedores e investidores durante competição na tenda

De acordo com subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da SEDECTES, Leonardo Dias, iniciativas como esta reforçam o investimento do Governo de Minas em Tecnologia e Inovação, que são dois dos pilares para o desenvolvimento do estado. “Minas Gerais possui o segundo maior ecossistema de empreendedorismo do país. Aqui estão grandes ideias e grandes startups. O Governo de Minas busca valorizar estes empreendedores e mantê-los em nosso estado”, afirma.

Primeiro SEED Experience Night lota Café 104

Primeiro SEED Experience Night lota Café 104

Cerca de 150 pessoas participaram da primeira edição do SEED Experience Night, que aconteceu na noite dessa quarta-feira (13), no Café do 104. A iniciativa de atrair a comunidade belo-horizontina para um dos maiores programas públicos de Aceleração de Startups da América Latina e apresentar o mundo do empreendedorismo proporcionou uma noite de muito aprendizado.

Durante duas horas, os participantes tiveram a oportunidade de saber mais sobre startups com dicas de como começar a empreender. A palestra rendeu um game, que ofereceu ao vencedor o direito de participar do Day Out do SEED – um dia de imersão em empresas do nosso ecossistema para troca de experiências.

Em sequência, o cofundador da SmarttBot – plataforma para traders operarem na bolsa de forma automatizada -, Leonardo Martinez, falou sobre empreendedorismo e usou sua startup como exemplo de case de sucesso. Com mais de 10 anos de experiência, o jovem empresário garantiu aos participantes do SEED Experience Night que, para ter sucesso, é necessário ter certeza que seu negócio atenda a real necessidade do mercado; ter foco “startup tem um milhão de oportunidades. O empreendedor tem que focar no que entende de caminho certo”; e, por fim, abraçar de corpo e alma o trabalho.

O Agente de Aceleração, Daniel Oliveira, apresenta o SEED para o público

 

SEED Experience Night

Com intuito de inspirar os empreendedores, foi criado o SEED Experience Night que abre as portas do SEED para sociedade, levando conteúdo e interação com o ecossistema de MG. Um dos objetivos é impactar o ecossistema por meio de eventos descontraídos e educativos e alcançar, uma média de 1.000 pessoas de Minas Gerais, gerando mais de dez horas de conhecimento reaplicáveis.

Parceria do SEED com as escolas FDC e Skema oferece crescimento para startups

Parceria do SEED com as escolas FDC e Skema oferece crescimento para startups

Começa nesta quarta-feira (30) um projeto do SEED, em parceria com duas das melhores escolas de negócios do mundo, Fundação Dom Cabral e a francesa Skema Business School, que conecta os empreendedores do Programa a uma nova experiência: até o dia 10 de dezembro deste ano, startups terão a oportunidade de participar de um curso de ação-aprendizagem sobre como aplicar novos conhecimentos teóricos nos desafios de crescimento para as startups de alto potencial.

O programa de 12 semanas oferece à 120 alunos das duas escolas 80 horas de curso distribuídas em palestras, workshops, mentorias e oficinas com especialistas. Divididos em 30 equipes, eles terão como foco trabalhar os desafios das startups do SEED, oferecendo soluções com base nas temáticas: Finanças e Valuation de Startups, Desenvolvimento de Negócios e Design Thinking, Gerenciamento de Projetos e Estratégia de Marketing Internacional.

Dados do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) apontam que, em todo o mundo, um empreendedor com alto potencial cria em média até 3 vezes mais empregos do que um empresário médio, e até 15 vezes mais empregos do que um empreendedor com baixo potencial. No entanto, os talentos empresariais com alto potencial são muito escassos. Por este motivo, a maioria dos países está buscando investir e apoiar atividades que visam fomentar o aumento de empreendedores de alto potencial.

O agente de Aceleração do SEED, Carsten Snedker, explicando o programa para os alunos franceses

Responsável pela parceria, o agente de Aceleração do SEED, Carsten Snedker, afirma que  ecossistemas bem desenvolvidos como o de Minas Gerais, são fundamentais para tais atividades de apoio. “Eles são capazes de transformar descobertas acadêmicas e conhecimentos de ponta em atividades operacionais dentro de empresas iniciantes com o objetivo de aprimorar as habilidades empresariais de alto potencial e inicialização global de alto potencial”, garante.

A iniciativa do SEED, Fundação Dom Cabral e Skema de transformar a excelência do conhecimento conceitual em excelência de habilidades aplicada é mais um ganho para o ecossistema mineiro, considerado o segundo maior polo de startups do Brasil, segundo a ABStartups.

 

Amazon Web Services oferece mentoria para os empreendedores do SEED

Amazon Web Services oferece mentoria para os empreendedores do SEED

Nos dias 8 e 9 de agosto, os mentores da Amazon Web Services (AWS) Rodrigo Akira Hirooka, Gerente de Desenvolvimento de Negócios para Startups na América Latina, e Thiago Morais, Arquiteto de Soluções para Startups, estiveram no SEED para oferecer uma sessão de mentoria de negócios para os empreendedores. As startups tiveram a oportunidade de receber uma consultoria sobre técnica e seu modelo de negócios, entendendo aspectos que podem trabalhar para melhorar o seu valuation. Durante a sessão, os mentores também ajudaram a estruturar a arquitetura das startups na AWS.

Nesta terça, nove startups participaram da atividade. De acordo com Rodrigo Akira, este primeiro dia teve a participação de startups bem diferentes e em vários níveis de maturidade. “Estamos aqui também para fazer negócios, claro, mas nosso objetivo maior é fomentar o ecossistema empreendedor, agregar valor para as startups residentes, ajudando-as a modelar e direcionar seus negócios”, garante o mentor.

A Evoé, plataforma de crowdfunding voltada para projetos culturais, foi uma das primeiras a receber a mentoria. A CEO, Bruna Kassab, conta que eles já usavam os serviços da Amazon, mas não conheciam todas as funcionalidades. “Percebemos que estávamos pagando mais do que a gente precisava, sem utilizar todos os recursos possíveis para a Evoé. Com essa conversa, entendemos qual era o melhor plano para o nosso negócio e recebemos feedbacks para melhorar a plataforma”.

Além de apresentar outras funcionalidades, os mentores também deram dicas para os empreendedores. Antônio Beno, da Cuboz.com, uma plataforma gratuita para ensino a distância com aprendizado colaborativo, também já usa a AWS há um ano e meio, desde o primeiro dia da startup. “Foi uma oportunidade de conhecer outros serviços para podermos melhorar nossa performance, reduzindo os custos e aproveitando também os créditos oferecidos agora, através da parceria com o SEED. É uma ótima ajuda para empresas de base tecnológica que estão começando”, afirma Antônio.

Amazon Web Services

Parceira do SEED, a AWS é uma plataforma de serviços em nuvem que oferece poder computacional, armazenamento de banco de dados, distribuição de conteúdo e outras funcionalidades para ajudar as empresas em seu dimensionamento e crescimento. A empresa oferece condições especiais às startups, ajudando em sua escalabilidade e crescimento.

SEED recebe diretoria da Andrade Gutierrez para conhecer startups da 4ª Rodada

SEED recebe diretoria da Andrade Gutierrez para conhecer startups da 4ª Rodada

Em busca de startups com soluções criativas para uma obra de Linha de Transmissão, que terá grande impacto para o país, o vice-presidente de Relações Corporativas e Negócios Estratégicos do Grupo Andrade Gutierrez, Saulo Alves, acompanhado de diretores e superintendentes, esteve no SEED nesta segunda-feira (07). Na oportunidade, alguns empreendedores do SEED apresentaram seus produtos para a equipe da multinacional.

De acordo com a superintendente de Excelência e Inovação da Andrade Gutierrez, Gláucia Alves, o programa está em sua primeira fase, que é de análise e seleção das soluções. “Encontramos aqui boas propostas e esperamos que estas startups do SEED estejam no Programa de Inovação Digital Day”, afirmou.

O programa, que está em sua primeira edição, tem por objetivo aproximar a Andrade Gutierrez de empresas inovadoras para aplicação de soluções tecnológicas em projetos no setor de Engenharia e Construção, seja por parceria, seja por contratações.

Serão 160 startups analisadas. Destas, 25 apresentarão seus projetos para uma banca examinadora composta por acionistas e executivos da multinacional, representantes do cliente da Linha de Transmissão e convidados. As empresas selecionadas participarão do desenvolvimento das soluções no Digital Day, que terá duração total de até 14 meses.

Ficou interessado? Saiba mais no site do programa