Unimed-BH apresenta programa de inovação aberta para startups do SEED

Unimed-BH apresenta programa de inovação aberta para startups do SEED

Com o objetivo de conectar startups, tornando-as parceiras e fornecedoras, a Unimed-BH apresentou para os empreendedores do SEED o Link One, programa de inovação aberta no setor da saúde realizado em parceria com a INSEED Investimentos. Startups com soluções inovadoras que possuem relação com os eixos transformação digital e eficiência e sustentabilidade já podem se inscrever no programa, que também facilitará a captação de investimentos.

Essa primeira edição selecionará cinco startups já maduras, com produtos em fase avançada de desenvolvimento ou que já estão disponíveis no mercado. Diferente do imaginado, a seleção não é apenas para o segmento de saúde. Empresas com soluções voltadas para gestão de negócios, gestão de talentos, área jurídica e de tecnologia da informação são o foco do programa.

O supervisor de empreendedorismo na Unimed-BH, Rafael Silva, ressalta que o propósito do Link One não é ser uma aceleradora de startups, mas sim proporcionar parcerias e investimentos para aquelas que já estão participando de algum programa. “Vir ao SEED MG sempre traz expectativas de ver coisas novas, startups de diferentes áreas, além das relacionadas à saúde, que já chegam para nós de forma orgânica. Lançamos esse programa justamente para complementar quem já está no processo de aceleração, gerando oportunidades para startups maduras”, afirma.

Mesmo com a necessidade de ter um CNPJ, startups estrangeiras do SEED, que demonstrem interesse no ecossistema de Belo Horizonte, também poderão participar. O programa oferecerá mentorias, estrutura de dados e conhecimento, interação com os colaboradores, encontros com especialistas e investidores, através da interação com a INSEED, além da possibilidade de se tornar parceira e fornecedora da Unimed-BH e de outras unidades da empresa.

O Link One começa em 6 de novembro e terá duração de 12 semanas. Startups interessadas deverão se inscrever no site do programa até o dia 11 de outubro.

Pelo segundo ano consecutivo, empreendedores do SEED se destacam no Startup Games

Pelo segundo ano consecutivo, empreendedores do SEED se destacam no Startup Games

Após passar por cidades como Londres, Santiago, Sydney, Singapura e Buenos Aires, foi a vez de Belo Horizonte sediar o Startup Games nos dias 16 e 17 de setembro. Pela primeira vez na capital mineira, a parceria entre o Consulado Britânico e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (Sedectes) levou 149 investidores nacionais e estrangeiros, 6 super Angels e 73 startups de diversas regiões do Brasil e do mundo – Índia, Peru, Alemanha, Chile, Bolívia, Quênia, México, Holanda e Portugal –  para competir na Praça da Liberdade.

Na disputa, as startups recebem 100 ações virtuais e, cada investidor 1 milhão de libras virtuais. A meta de cada startup é vender o menor número de ações, de forma a aumentar o valor da empresa; já o objetivo dos investidores é comprar ações de baixo valor, mas com futuro promissor. A competição é monitorada por meio de um aplicativo exclusivamente desenvolvido pela empresa mineira IOasys, que possibilita que tanto investidores quanto empreendedores acompanhem a valuation – estimativa de quanto um empreendimento vale, determinando seu preço e o retorno de um investimento em suas ações.

Ao todo, mais de 700 milhões de pounds virtuais foram negociados, em 1.400 ofertas durante todo o jogo. A disputa foi bastante acirrada e o resultado definido nos últimos segundos da competição. No domingo, startups que nem estavam no ranking das 10 melhores conseguiram alcançar resultados impressionantes, entre elas a campeã: a Biomimetic Solutions, composta por cinco jovens empreendedoras. A spin-off acadêmica do Cefet-MG, que alcançou a valuation de 869 milhões de libras, é responsável por produzir matrizes tridimensionais para o crescimento de órgãos e tecidos em laboratórios.

Melhor Plano, startup acelerada pela 4ª rodada do SEED, conquistou o segundo lugar na competição. A solução utiliza um banco de dados para comparar as melhores ofertas disponíveis para planos de celular, internet banda larga, TV por assinatura e telefone fixo na região do contratante.

Pedro Israel e Felipe Byrro (Melhor Plano), recebendo o prêmio do criador do Startup Games, Andrew Humphries, do embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan, e do subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Minas Gerais, Leonardo Dias

A medalha de bronze ficou com a MagCare, que propõe um tratamento alternativo para feridas de difícil cicatrização, reduzindo o tempo e o custo do tratamento, acabando com a infecção e o odor em 24 horas.

Dentre os investidores que mais se destacaram na competição, os quatro primeiros foram empreendedores do SEED. Paola Cicarelli da Cuboz, Natan Rebelo da Gamelyst, Nicólas Serrano da DataScope e João Gustavo Claudino da LOAD CONTROL, sucessivamente, foram os melhores investidores desta edição.

Beno Netto e Paola Cicarelli (Cuboz), que ganhou como a melhor investidora do Startup Games Belo Horizonte

 

Pelo segundo ano consecutivo, os mineiros dominaram o evento. Em 2016, a maior delegação era mineira, assim como as quatro primeiras colocadas da disputa: BeerOrCoffeeVirturianLett Pris, respectivamente, todas integrantes da terceira rodada do SEED.

O embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan, declarou que o estado de Minas Gerais segue sendo um importante parceiro do Reino Unido no âmbito da inovação e da tecnologia. “Experimentei o jogo participando como um potencial investidor e fiquei admirado como todos levaram a competição a sério, sinal de que estão muito bem preparados para fazer negócios. Parabéns aos participantes e aos vencedores desta edição, a maior realizada até o momento”.